The breadful sin

Numa Lisboa cada vez mais internacional,
os focos de sofisticação e bom gosto começam a ser fáceis de encontrar:
Eric Kaiser, a padaria francesa, está mesmo ao virar da esquina.

As Amoreiras dão as boas-vindas à boutique
que muito facilmente transporta os seus clientes
para o que de melhor se faz em Paris:
as baguettes, de rústicas a sésamo ou papoila;
os pães de figo, queijo ou azeitona; croissants; brownies;
brioches 
e pão com chocolate; macarons, tartelettes cookies

que fazem derreter o mais estóico dos lisboetas.
Limitar o menu a três linhas é, no entanto, uma crueldade para com o conceito:
o produto é tão bom que só de olhar sabe a pecado.

Eric Kaiser, mestre que transporta Paris para o Mundo
– com lojas que vão de Japão a Moscovo 
confessa-se à Vogue Portugal como um “técnico artista”,
que distribui um produto cujo segredo está,
não só na qualidade da matéria-prima,
mas também no carinho depositado em cada  pão,
no amor com que faz o seu trabalho, desde o primeiro dia.

In:Vogue

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: